Cirurgia bariátrica: cuidados pré e pós-operatórios

Cirurgia bariátrica: cuidados pré e pós-operatórios

A cirurgia bariátrica é uma importante ferramenta contra a obesidade e todas as doenças associadas, como diabetes, hipertensão, apneia do sono, entre outras. Segundo o último levantamento divulgado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) em 2020, aproximadamente 70 mil pessoas realizaram o procedimento cirúrgico no Brasil.

No entanto, mesmo sendo uma grande aliada para o tratamento da obesidade, a cirurgia bariátrica demanda uma série de cuidados, não só para obter sucesso na realização do procedimento, mas também para o paciente atingir excelentes resultados com toda a segurança.

Por isso, neste artigo, nós, do Blanc Hospital, vamos esclarecer a você todos os detalhes da cirurgia bariátrica e como são os cuidados que o paciente deve ter no pré e no pós-operatório. Vamos conferir?!

Veja: Cirurgia bariátrica: entendendo os tipos de cirurgia

Cuidados pré-operatórios

Em relação à cirurgia bariátrica, o Dr. Gabriel Vargas, membro do comitê científico do Blanc Hospital e ex-presidente da Sociedade de Cirurgia Bariátrica do RS, explicou alguns detalhes sobre os passos que antecipam o procedimento. “Os cuidados pré-operatórios são feitos em consultas ambulatoriais. Essa avaliação visa ao conhecimento, por parte da equipe médica, das condições do paciente que será submetido à cirurgia bariátrica”.

Segundo o médico, esse processo é extremamente necessário, pois, na maioria das vezes, os pacientes obesos apresentam doenças associadas, como diabetes, hipertensão, apneia do sono, asma, entre outras. Também é importante, de acordo com a sua explicação, para ter conhecimento das dificuldades técnicas e das necessidades especiais de cada paciente. Além disso, é realizada uma bateria de exames pré-operatórios, como de sangue, endoscopia digestiva e eletrocardiograma.

Cuidados pós-operatórios

De acordo com o Dr. Vargas, os cuidados pós-operatórios iniciam já na sala de recuperação da anestesia, onde uma equipe composta por médico, enfermeira e técnica em enfermagem dará toda a atenção necessária para controle da dor e dos sinais vitais do paciente.

Depois é a vez da fisioterapia. “A fisioterapeuta já dará início à mobilização do paciente, com pequenas caminhadas e exercícios respiratórios, para a prevenção de complicações, principalmente respiratórias. O acompanhamento é feito mensalmente com o objetivo de observar o emagrecimento e para que seja o mais natural possível”, explica o Dr. Gabriel Vargas.

Leia mais: 10 dúvidas frequentes de pacientes candidatos à cirurgia bariátrica

Alimentação

O médico explica que a alimentação no pré-operatório deve ser a mais saudável possível e, caso seja necessário, deve-se corrigir deficiências nutricionais, a fim de prevenir possíveis complicações no pós-operatório imediato.

Além disso, o acompanhamento nutricional pré-operatório tem como foco também a preparação do paciente para a cirurgia, abordando as necessárias mudanças no comportamento alimentar de acordo com o método cirúrgico escolhido, fazendo ajustes nos tipos de refeições, nas quantidades, na qualidade, na frequência e na consistência dos alimentos.

Após a cirurgia bariátrica, os cuidados são outros. “No pós-operatório, temos um período de repouso gástrico, hidratação e adaptação ao novo volume. A alimentação, nessa fase, é líquida, composta por sucos, caldos, água de coco, isotônicos, chás e água”, esclarece o Dr. Vargas.

Os líquidos devem ser consumidos em pequenos volumes ao longo do dia. Após algumas semanas, a alimentação evolui de líquida para pastosa, com a introdução de papinhas e carne moída. “Na sequência, a alimentação vai se modificando gradativamente para consistências cada vez mais próximas do ideal até o paciente poder consumir qualquer tipo de alimento”, conta o médico.

Acompanhamento psicológico

O tratamento contra a obesidade e as doenças associadas é multidisciplinar, ou seja, relaciona vários aspectos da vida do paciente. Além do procedimento cirúrgico, existe a necessidade de tratar aspectos psicológicos também. “A cirurgia é apenas o começo. O paciente deve comprometer-se com o atendimento psicológico depois da cirurgia”, explica o Dr. Gabriel Vargas.

Segundo o médico, ao longo do tratamento, muitas questões psicológicas surgirão: um emagrecimento rápido, um novo corpo, novas situações de vida no âmbito familiar, profissional e afetivo, hábitos alimentares novos que devem ser conquistados, enfrentamento de compulsões alimentares ou novas compulsões… por isso, o vínculo do paciente com a equipe é fundamental para o sucesso do tratamento a longo prazo.

Conheça também: Colocação de balão intragástrico: como funciona e para quem é indicado esse procedimento?

Mudanças no estilo de vida

cirurgia bariátrica é uma ferramenta em que a mudança de hábitos alimentares e de comportamento se faz muito necessária. Nas consultas multidisciplinares pós-operatórias, o paciente é estimulado a fazer as refeições da forma mais saudável possível, assim como é orientado a realizar exercícios físicos permanentemente.

As mudanças são fundamentais para o bom resultado a longo prazo e para que o paciente consiga melhorar a sua qualidade de vida e, principalmente, a sua longevidade. O emagrecimento consistente e definitivo leva a uma maior expectativa de vida e a uma melhora significativa no bem-estar”, conclui o Dr. Gabriel Vargas.

Quer saber mais? Acompanhe o blog do Blanc Hospital e fique por dentro de mais conteúdos sobre saúde, cirurgia plástica e qualidade de vida. Siga o Blanc no Instagram!