Escolha uma Página

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é uma estrutura hospitalar na qual são realizados cuidados complexos e intensivos por equipes multidisciplinares no tratamento e reabilitação de pacientes em estado grave ou potencialmente grave. A unidade é comandada por profissionais qualificados que, com auxílio dos recursos tecnológicos, oferecem o suporte e o tratamento para que o paciente tenha possibilidade de se recuperar. O profissional médico especializado neste atendimento chama-se intensivista.

A UTI oferece ao paciente o empenho de uma equipe composta por profissionais de diferentes áreas da saúde, trabalhando em sinergia para otimizar o tratamento e sua recuperação. Além disso, conta com suporte técnico exclusivo para monitorar continuamente a evolução do quadro clínico do paciente e também para tratar de forma imediata qualquer tipo de complicação. 

Neste post, portanto, nós, do Blanc Hospital, vamos apresentar a você mais alguns detalhes sobre os itens que são imprescindíveis em uma UTI. Confira!

Principais equipamentos

A fim de garantir a segurança e a plena recuperação do paciente, a Unidade de Terapia Intensiva conta com uma série de equipamentos indispensáveis para a assistência dos pacientes. Alguns destes dispositivos, com toda a tecnologia utilizada, conseguem suprir com a função dos principais órgãos do corpo humano, como é o caso do ventilador mecânico para um paciente que necessita de ajuda para respirar, por exemplo. Além de monitores multiparamétricos, os quais medem continuamente os sinais vitais, a estrutura também é assessorada por outros equipamentos essenciais, tais como:

Eletrocardiógrafo — aparelho hospitalar cuja função é medir, de forma gráfica, a atividade elétrica do coração por meio de eletrodos.

Capnógrafo — dispositivo que faz o monitoramento da pressão parcial de dióxido de carbono durante a respiração do paciente através de sensores colocados nas vias aéreas.

Ventilador Mecânico — aparelho utilizado em pacientes com problemas respiratórios. Por meio da conexão com o tubo traqueal (dispositivo introduzido na traquéia) é possível a entrada e saída de oxigênio nos pulmões, mantendo de forma temporária a respiração artificial no paciente enquanto ele se recupera do quadro.

Ventilação mecânica não invasiva – aparelho para auxílio respiratório em pacientes com disfunção deste sistema, que através da utilização de uma máscara facial, pode ser utilizado para evitar a intubação endotraqueal e o uso do aparelho invasivo de ventilação mecânica.

Bomba de Infusão — aparelho responsável para o melhor controle de administração de medicamentos e de nutrientes ao paciente, permite regular de maneira confiável os fármacos mais delicados de acordo com dosagens de mg/min ou ml/h.

Profissionais atuantes na UTI

O paciente internado na UTI necessita de cuidados complexos, os quais são oferecidos pela equipe multidisciplinar, composta por profissionais de diferentes áreas da saúde. Entre eles:

O(a) médico(a) intensivista coordena as estratégias sobre diligências acerca do paciente, reconhece diagnósticos e propõe tratamento e plano terapêutico. 

O(a) enfermeiro(a) intensivista, por sua vez, possui competências como a coordenação do cuidado, a supervisão e a orientação da equipe de enfermagem e a avaliação contínua destes pacientes. Além disso, serve como um elo de ligação entre a família e o paciente, auxiliando e acolhendo os familiares conforme suas necessidades.

O(a) técnico(a) de enfermagem é responsável pelos cuidados básicos de saúde do paciente, como higiene, alimentação, além da administração de medicamentos. 

O(a) fisioterapeuta auxilia no manejo da assistência ventilatória, promove a recuperação muscular através de exercícios respiratórios e musculares específicos, ajudando a prevenir complicações como lesões de pele e acúmulo de secreção respiratória.

Há também outros profissionais no corpo clínico que trabalham em conjunto para auxiliar na reabilitação do paciente, como os psicólogos, nutricionistas e auxiliares de limpeza.

Procedimentos realizados na UTI

Todo paciente que necessita ficar internado em uma UTI, seja por uma situação agravante do seu estado de saúde ou por ter sido submetido a uma cirurgia de grande porte, necessita de cuidados intensos e complexos. Dessa forma, dentro de uma estrutura adequada e sob os cuidados de profissionais especializados no seu atendimento, a reabilitação do quadro usualmente apresenta respostas positivas.

Tanto a tecnologia quanto os profissionais qualificados estão presentes no Blanc Hospital, que conta com Unidades de Terapia Intensiva supervisionadas por médicos plantonistas 24 horas. Quer se manter bem informado com os principais assuntos relacionados à saúde? Acompanhe o nosso blog

[Fonte: Dra. Karine Michel, médica intensivista coordenadora da equipe de médicos da  Sala de Recuperação do Blanc Hospital].